Praia à vista: como lavar e guardar maiôs e biquínis

Alguns cuidados na lavagem, secagem e armazenamento podem ser necessários para garantir que biquínis e maiôs tenham uma vida útil maior

Com aproximadamente três meses para a chegada do verão, a estação já traz impactos no mundo da moda.

Principalmente no setor de moda praia, em que diversas tendências aparecem e imediatamente viram desejos nas praias e piscinas mundo afora.

No entanto, antes de escolher as peças, é preciso estar atento a alguns cuidados importantes para que a novidade não dure somente na estação.

Geralmente, os maiôs e biquínis são peças confeccionadas a partir de polímeros e fibras de elastano, tecidos capazes de garantir a elasticidade necessária e a resistência maior aos banhos de sol, mar e piscina.

No entanto, as peças precisam de atenção durante o uso, a lavagem e o armazenamento para terem vida útil mais longa.

Foto: RF._.studio/Pexels

Cuidados para aumentar a durabilidade das peças

Embora surjam tendências a cada nova estação, algumas peças de moda praia se tornam as favoritas no armário e dispensá-las é uma tarefa difícil.

Para garantir a durabilidade de itens que possuem contato direto com cloro da piscina, areia, sol e o sal do mar, é preciso saber qual o jeito certo de lavá-los e dobrá-los.

Caso o contrário, pode ocorrer prejuízos no tecido e também desbotamento nas cores dos biquínis e maiôs. 

No entanto, os primeiros cuidados com as peças começam ainda durante o uso. Ao aproveitar os dias de sol em praias e piscinas, é importante se atentar ao contato com superfícies ásperas, como pedras, árvores, cimento ou bancos rústicos.

Elas podem romper a fibra do tecido, deixando o biquíni ou maiô com aspecto desgastado.

Além disso, também é importante tomar cuidado com os bronzeadores e com o protetor solar, pois esses produtos podem manchar as peças. Por esse motivo, é preciso ter cuidado durante a aplicação.

Cuidados ao lavar

Depois de um dia típico de verão, para garantir uma vida útil mais longa para as peças, é essencial realizar uma lavagem logo após o uso.

Ficar um longo tempo com elas molhadas no corpo, além de danificar as propriedades do tecido, pode trazer riscos à saúde, uma vez que a umidade ajuda na proliferação de fungos. 

A orientação é realizar uma primeira lavagem no biquíni ou no maiô ainda na pia ou no chuveiro – com água em temperatura ambiente – para retirar os resíduos de cloro, areia e sal.

Embora algumas pessoas utilizem máquinas de lavar para itens de moda praia, a lavagem pode comprometer a estrutura e diminuir a durabilidade da peça. O ideal é lavar à mão, com um sabão neutro e com água fria. 

É importante ressaltar que as peças de beachwear não devem ficar de molho. A prática faz com que os tecidos desbotem mais facilmente, podendo até adquirir manchas.

Além disso, o uso de amaciantes deve ser evitado, pois, podem manchar o elastano. 

Cuidados ao secar

Outro fator que também pode causar impactos na durabilidade de uma peça de moda praia é a secagem. Após lavar biquínis e maiôs, é importante ter atenção ao torcê-los para não prejudicar as fibras dos tecidos. 

O ideal é espremer com cautela para retirar apenas o excesso de água, já que as peças foram produzidas para secarem com facilidade.

A secagem deve ser feita naturalmente, na sombra e com os itens estendidos na horizontal. Deixá-los em exposição ao sol pode desbotar a cor ou ainda alterar a forma dos biquínis ou maiôs.

Cuidados ao guardar

Por fim, após a lavagem e a secagem, chega o momento de guardar as peças no armário, uma vez que elas não precisam ser passadas com o ferro.

Ao dobrar, é importante ter atenção e respeitar o formato dos itens para que não ocorram deformações.

Os biquínis com bojo, devem ser guardados abertos, para não comprometer a estrutura. Já para guardar os de estilo cortininha, é ideal desfazer todos os nós das alças para que os fios não percam a elasticidade ou fiquem marcados com o tempo. 

Uma dica é armazená-los em saquinhos de tnt, algodão ou organiza, para que não entrem em atrito com materiais de outras peças.

Também deve-se evitar o uso de saquinhos de plástico fornecidos pelas lojas, eles não permitem a circulação de ar no tecido e podem contribuir para a presença de mofo.  

Escola das Milhas

Maria Beatriz é formada em Jornalismo e letras. Segue produzindo pautas sobre tecnologia, finanças e Dinheiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *