Viagens para Compras no Paraguai - Taxas e Limites de Compras

Viagens para Compras no Paraguai – Taxas e Limites de Compras

Dicas e Regras de Viagens para Compras no Paraguai

O Paraguai é considerado um dos grandes paraísos de compras dos brasileiros, por isso Viagens para Compras no Paraguai se tornou comum. Isso acontece porque o Paraguai fica muito próximo da região sul, o que faz com que as pessoas procurem o país para fazer compras, principalmente as pessoas que moram na região sul.
Essa proximidade com um grande centro fez com que muitas pessoas vão ao Paraguai com o único intuito de realizar compras, já que o país não tem um apelo turístico. Os preços são muito mais baixos do que o normal aqui no Brasil, porém o Paraguai ainda oferece muitos produtos falsificados para a maioria das pessoas, por isso, é necessário verificar muito bem a procedência dos produtos que lá são comprados.
 

Regras Para Compras

Cota de produtos: a receita federal aqui no Brasil é muito rígida com os produtos que são trazidos do exterior. Por isso, nada pode ser considerado como revenda, por exemplo, vários produtos da mesma marca e do mesmo tipo, vários produtos iguais. Assim, se for comprar no Paraguai para revender, saiba que isso é ilegal.
Viagens para Compras no Paraguai
Isenção de impostos: a receita federal do Brasil dá a isenção de impostos para produtos comprados cujo valor somem até 300 dólares. Mais do que isso é preciso pagar o imposto sobre produtos internacionais, que pode chegar até 60% do valor total do produto. Por isso, muito cuidado, pois você terá que se submeter a uma série de burocracias, inclusive o preenchimento da Declaração de Bagagem Acompanhada, a DBA.
Viagens para Compras no Paraguai
 

O que Não é Permitido Importar

Há uma série de produtos que não se pode trazer do Paraguai. Não se sabe ao certo o motivo da proibição desses produtos, mas eles são proibidos por lei para não haver nenhum tipo de problema na legislação brasileira. São elas: pneus, cigarros, remédios, armas ou munição, bebidas alcoólicas e substâncias entorpecentes.
Muitos brasileiros simplesmente tiram a etiqueta dos produtos, sendo que eles “enganam” a receita federal desse jeito. Funciona, mas se a receita pegar e comprovar que certo produto não é vendido no Brasil, você estará em maus lençóis. Por isso, fique bem atento para que isso não aconteça e você possa fazer sua viagem de compras bem tranquilo.
 

Deixe um comentário